quarta-feira, 8 de maio de 2013

Dia 15 - Dificuldades e nova opção de jantar

Boa noite, pessoal!

Tanto eu quanto a Nathalia sofremos com alguns problemas de estômago. Eu, com a esofagite e a hérnia de hiato. Ela, com a gastrite.
O resultado disso é que por vezes nós temos dor ou nos sentimos enjoadas.

Como a Nathalia acorda cedo para ir à faculdade, em geral, comemos ovo mexido ou omelete de manhã. Mas quando acordamos atrasadas, ela costuma levar algo para comer no caminho (por isso é sempre bom termos um pão ou torta de grão de bico). Hoje ela levou alguns pedaços da torta para comer. No entanto, assim que ela deu a primeira mordida, passou mal. Não acredito que a torta estivesse estragada ou velha, porque eu comi logo de manhã e não tive problemas.

E já que ela não conseguiu comer a torta, mas também não podia ficar sem comer, acabou por tomar café da manhã na faculdade. E nesse momento é que percebemos o quanto é difícil seguir a dieta fora de casa, principalmente para o café da manhã. Em geral, para almoços e jantares, sempre há um restaurante self-service ou um restaurante a la carte saudável. Mas para o café da manhã, é muito difícil encontrar um local que vá servir omelete ou ovo mexido e acredito que seja impossível encontrar um estabelecimento que venda pão de grão de bico. (risos)

O resultado: ela acabou tomando um toddynho e comendo um salgado enroladinho de presunto e queijo.

Fora isso, seguimos o dia bem.
À noite, o frio e a vontade de variar mais ainda o cardápio nos levaram à sopa! Utilizamos o gengibre, que é um turbo para a queima de calorias, com cenoura e alho poró, acompanhados de calabresa e bacon. Ficou uma delícia e é uma ótima dica para dar um gostinho a mais ao jantar. A Nathalia, com certeza, publicará a receita ainda esta semana para vocês poderem reproduzir em casa. E olha que vale a pena!

Além de esquentar bastante o corpo, você come sabendo que está acelerando a queima das gorduras! Yes!
Postar um comentário